Cadastra-se para receber notícias
EMENDA PARTICIPATIVA BOHN GASS: Fronteira Noroeste e Celeiro querem organizar e diversificar a agricultura familiar

03/10/2011 06:39

Tamanho da fonte

EMENDA PARTICIPATIVA BOHN GASS: Fronteira Noroeste e Celeiro querem organizar e diversificar a agricultura familiar

A organização econômica e a diversificação nas propriedades de agricultura familiar foram as prioridades apontadas pelas comunidades das regiões Fronteira Noroeste e Celeiro em mais dois encontros do projeto “Emenda Participativa” que o deputado federal Elvino Bohn Gass (PT) vem realizando no Estado.

         “A agricultura familiar tem sido o tema principal em todos os encontros, seguida da saúde e da educação. Mas desta vez, em Santa Rosa e em Tenente Portela, além das questões das questões relativas à agricultura como o Suasa (Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária), a assistência técnica e as cooperativas, houve manifestações sobre segurança pública, microcrédito e habitação rural, entre outros”, resume o deputado.

         O encontro da Fronteira Noroeste reuniu cerca de 60 lideranças regionais, no sábado (1/10) pela manhã, na Capela Dom Bosco, em Santa Rosa. A presença de autoridades como o prefeito Orlando Desconsi e os vice-prefeitos (Elton Mentges de Giruá;  Leonel Petry de Tuparendi; Dionisio Fronza de Tucunduva e Antenor Desconsi de Doutor Maurício Cardoso) e 12 vereadores, além de sindicalistas, agricultores, secretários municipais e outros trabalhadores, deixou animado o deputado Bohn Gass.

         “As emendas que apresentaremos ao Orçamento da União, serão resultado desses encontros. Então, a presença de prefeitos e vereadores é importantíssima porque eles são ouvintes privilegiados das comunidades e já fazem suas próprias sínteses sobre o que é mais importante para cada local.”

         Na região Celeiro, a reunião aconteceu na Câmara de Vereadores de Tenente Portela, no sábado (1/10) à tarde. E lá, també, houve a participação de um prefeito (João Hickmann de Tiradentes do Sul), dois vice-prefeitos (Elcio Soder de Sede Nova e Claudenir Scherer de Tenente Portela) e de alguns vereadores. Ao todo, cerca de 50 lideranças entre dirigentes partidários, sindicalistas, cooperativistas, líderes indígenas, secretários municipais e agricultores.

Confira abaixo as principais reivindicações das duas regiões:

FRONTEIRA NOROESTE

- apoio à agroindústria familiar (simplificação da legislação sanitária – Suasa, legalização de agroindústrias informais e diminuição de impostos) /  fomento à organização econômica das cadeias produtivas e à diversificação na propriedade familiar

- estímulo ao turismo rural com apoio a empreendimentos, formação de pessoal e divulgação das rotas

- financiamento para construção e reforma de habitações rurais

- recuperação e calçamento de estradas vicinais

- regularização fundiária urbana

- preservação das nascentes e do campo nativo / recomposição da mata ciliar das microbacias hidrográficas / desburocratização do licenciamento ambiental

- adequação de programas e currículos educacionais voltados á realidade do meio rural / formalização e apoio às escolas familiares rurais

- ampliação do microcrédito (capacitação e fomento às microempresas e à economia solidária) / incubadoras empresariais

- melhoria de estrutura e atendimento hospitalar / universalização do Programa Saúde da Família

- segurança no campo

- atenção à terceira idade

CELEIRO

- apoio às agroindústrias / capacitação ao processo organizativo da agricultura familiar e das cadeias produtivas (em especial, a do leite) / modificações no crédito fundiário / capacitação, crédito e fomento às cooperativas familiares / ampliação da extensão rural

- apoio ao turismo rural

- construção e reforma de habitações rurais

- recuperação de estradas

- regularização fundiária urbana

- preservação de nascentes e matas ciliares / proteção das microbacias

- apoio às escolas rurais familiares

- ampliação do microcrédito (capacitação e fomento de microempresas e economia solidária)

- melhoria no atendimento hospitalar

- maior infraestrutura para esporte e lazer

- prover a segurança do campo

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter