Cadastra-se para receber notícias
Doença de Aujeszky

01/10/2003 12:00

Tamanho da fonte

"O governo do Estado não consegue controlar o surgimento de novos focos da doença de Aujeszky porque foi negligente." A acusação é do deputado Elvino Bohn Gass (PT), que desde março vem alertando as autoridades estaduais sobre o risco dos suínos gaúchos serem afetados pela doença. Na última segunda-feira, foram identificados novos casos da doença na região de Erechim. "No início do ano, eu avisei que a retirada das barreiras sanitárias que haviam sido impostas durante o governo da Frente Popular, na divisa com Santa Catarina, era um gesto irresponsável e que exporia todo o rebanho suíno gaúcho uma vez que, no estado vizinho, já haviam sido identificados vários focos de Aujeszky," lembra.

Bohn Gass sugere um trabalho intensivo do Departamento de Produção Animal (DPA) da Secretaria da Agricultura no sentido de impedir a circulação de animais de um município para outro e a realização de uma campanha-relâmpago de orientação aos produtores, especialmente os da agricultura familiar, como formas de minimizar o problema e evitar o alastramento da doença para todo o rebanho.

"Sabemos que a Aujeszky foi identificada, inicialmente, em Aratiba, por causa da entrada de animais de Santa Catarina. Mas, agora, os casos de Erechim e Ponte Preta certamente já são conseqüência da falta total de controle por parte do governo do Estado que permitiu o trânsito de animais de um município para outro," diz Bohn Gass. A doença de Aujeszky, ao contrário da aftosa, não se propaga pelo ar, mas pelo contato entre os animais e via reprodução.

O deputado, que é membro titular da Comissão de Agricultura da Assembléia Legislativa e vice-presidente da CPI das Carnes, quer garantia do governo de que os produtores que forem obrigados a abater seus animais, serão indenizados. "Sem isso, produtor algum vai declarar que identificou a doença em sua propriedade e as conseqüências podem ser mais trágicas ainda," prenuncia.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter