Cadastra-se para receber notícias
Pronaf

06/10/2003 12:00

Tamanho da fonte

O presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Guarani das Missões, Leonardo Szinwelski e os agricultores familiares Ida Kwiatkowski e Flávio Karas estiveram em audiência com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto e o gerente de Agronegócios do Banco do Brasil, Diógenes Detânico, na última sexta-feira (03/10), em Porto Alegre. Os dois agricultores de Guarani das Missões obtiveram a garantia, tanto do Ministro quanto do Banco do Brasil, de que os recursos de seus contratos com o Pronaf seriam liberados imediatamente.

Rossetto veio à capital para a solenidade de assinatura do contrato do Pronaf de número 100 mil e, a pedido do gabinete do deputado Elvino Bohn Gass (PT), prontificou-se a conversar com os guaranienses. Szinwelski encaminhou aos dirigentes do banco e ao ministro reivindicações dos agricultores da região que pedem mais agilidade e menos burocracia na liberação dos recursos do programa.

Na ocasião em que Rossetto assinou o centésimo milésimo contrato do Pronaf para o agricultor Wladimir Dadalt, de Barra do Ribeiro, no valor de R$ 3.998,5, também entregou aos guaranienses Kwiatkowski e Karas os cheques simbólicos de R$ 1.235,00 e R$ 2.240,00 respectivamente, referentes ao recursos que eles haviam solicitado. Assumimos o compromisso de que, no final de nosso Plano Safra, a totalidade dos R$ 5,4 bilhões estaria distribuída entre a agricultura familiar, lembrou Rossetto.

O ministro destacou a confiança que o governo Lula tem na agricultura familiar e a importância desta como responsável pela maior parte da alimentação dos brasileiros. A marca recorde de 100 mil contratos do Pronaf revela a boa condição desse programa, assinalou Rossetto, no momento em que homenageou os agricultores guaranienses pelo seu trabalho.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter