Cadastra-se para receber notícias
Parmalat

25/02/2004 12:00

Tamanho da fonte

A Assembléia Legislativa aprovou hoje (25), por unanimidade, o requerimento do deputado Elvino Bohn Gass (PT) de formação de uma Comissão de Representação Externa para acompanhar os desdobramentos da crise da empresa Parmalat.

Já na próxima terça-feira, segundo Bohn Gass, os deputados gaúchos acompanharão, em Brasília, a audiência que a Comissão da Câmara de Deputados estará realizando sobre a crise da Parmalat e que contará com a presença do interventor da empresa no Brasil, Keyler Rocha e do juiz da 42ª Vara Cível da Justiça de São Paulo, Carlos Henrique Abrão, que determinou a intervenção.

Credores

Outra medida que deve ser tomada de imediato será um levantamento completo dos débitos que a Parmalat mantém com fornecedores, empresas, e funcionários no Rio Grande do Sul. "Ainda vamos nos reunir com todos aqueles que já manifestaram interesse em assumir a planta de Carazinho embora mantenhamos a opção de que, preferencialmente, o controle no Rio Grande do Sul fique a cargo das cooperativas. Esta é a melhor forma de mantermos a produção e garantirmos renda para os produtores de leite do Rio Grande," diz Bohn Gass.

Integrantes

Imediatamente após a votação, os partidos já indicaram seus representantes na comissão. São eles: Vilson Covatti (PP), Gérson Burmann (PDT), Márcio Biolchi (PMDB), Iradir Pietroski (PTB) e o proponente Elvino Bohn Gass, pelo PT.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter