Cadastra-se para receber notícias
Parmalat

10/03/2004 12:00

Tamanho da fonte

A primeira audiência pública da Comissão de Representação Externa da Assembléia Legislativa, formada para acompanhar os desdobramentos da crise da Parmalat, será em Carazinho, na próxima segunda-feira (15), às 14h, na Câmara de Vereadores. A audiência terá a presença do deputado federal Assis Miguel (PT/PR), relator da Comissão da Câmara Federal que trata do mesmo tema. Assis Miguel vem ao Estado a convite do coordenador da Comissão gaúcha, deputado Elvino Bohn Gass (PT). Também estão convidados o administrador judicial provisório da empresa (interventor) Keyler Carvalho Rocha, os ministros do Desenvolvimento Agrário Miguel Rossetto, da Agricultura Roberto Rodrigues, do Trabalho Ricardo Berzoini, dos secretários estaduais da Agricultura Odacir Klein, da Reforma Agrária, Wulmar Leite, cooperativas, sindicatos e movimentos sociais.

"O Rio Grande do Sul será o primeiro estado a conhecer os detalhes do relatório que a Câmara Federal preparou sobre a crise da Parmalat e que, entre outras coisas, descobriu que só no estado de São Paulo, a empresa possuía quase duas dezenas de razões sociais e, através delas, obteve financiamentos públicos que montam milhares de reais", diz Bohn Gass.

Às 13h, os deputados da Comissão de Representação Externa - Bohn Gass, Vilson Covatti (PP), Márcio Biolchi (PMDB), Gérson Burmann (PDT) e Iradir Pietroski (PTB) - pretendem fazer uma visita à planta da Parmalat naquela cidade.

"Será uma oportunidade de iniciarmos o levantamento dos débitos que a empresa tem com os gaúchos, seja com funcionários, seja com fornecedores ou prestadores de serviços," finaliza o deputado petista.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter