Cadastra-se para receber notícias
Temporal

22/10/2007 12:00

Tamanho da fonte

O vice-líder da bancada do PT, deputado Elvino Bohn Gass, passou o domingo (21) fazendo contatos com autoridades estaduais e federais no sentido de organizar uma forte mobilização de secretarias de estado e ministérios para atender as milhares de vítimas e os muitos estragos causados pelo temporal de granizo que atingiu fortemente dezenas de cidades das regiões Noroeste e Norte do Estado na tarde e noite do último sábado (20). Ainda não há um levantamento oficial, mas pelo menos 20 municípios ficaram sem luz, sem água, sem telefone e o número de desabrigados já ultrapassa, com folga, 10 mil pessoas.
Em quase todos os municípios das Missões, da Grande Santa Rosa, da Celeiro e da região de Passo Fundo, há verdadeiras legiões de desabrigados nas áreas urbana e rural porque o granizo destelhou muitas casas, alagou tudo, destruiu lavouras inteiras e feriu muita gente. É uma calamidade que precisa de ação imediata das autoridades, diz o deputado.

Bohn Gass já acertou com o secretário da Casa Civil, Fernando Zachia, uma reunião para a próxima terça-feira (23), às 10h, em Porto Alegre, que deverá contar com a presença de prefeitos, vereadores e deputados das regiões atingidas, para que se trace um plano de atendimento imediato às vítimas e se esbocem as medidas para compensar os estragos materiais causados pelo temporal.

O deputado também falou com o ministro do Desenvolvimento Agrário Guilherme Cassel para informar-lhe de que há uma grande perda na safra gaúcha de trigo. Quem não havia colhido, perdeu tudo, disse Bohn Gass ao ministro que prometeu toda a ajuda necessária aos agricultores. Também o Ministério do Desenvolvimento Social foi acionado pelo petista na busca de verbas e ações federais que possam minimizar os efeitos da chuva de granizo.

No âmbito parlamentar, Bohn Gass já acordou com os deputados Tarcísio Zimmermann (federal do PT) e Adroaldo Loureiro (estadual do PDT) que como ele têm base nas regiões atingidas, para formar uma frente de mobilização que force medidas imediatas tanto por parte do governo Yeda quanto do governo Lula. Até o ministro Nélson Jobim, da Defesa, vai ser procurado, já que em algumas cidades há unidades do Exército que, inclusive, já estão ajudando no rescaldo do temporal.

Andei pela região e o clima é de comoção e, em alguns casos, até de desespero. É incontável o número de casas com tetos completamente esburacados. Há pessoas que sofreram fraturas porque foram atingidas por pedras do tamanho de uma maçã e também muita gente que se machucou ao tentar consertar os estragos enquanto ainda chovia. Nas estradas só se vêem lavouras destroçadas e carros com todos os vidros quebrados. Parece que houve uma guerra. É um ambiente desolador que exige ação imediata, relata Bohn Gass.

Entre os municípios já contatos pelo deputado estão Santo Cristo, Santa Rosa, Santo Antônio das Missões, São Luiz Gonzaga, São Miguel das Missões, Ubiretama, Ijuí, Crissiumal, Três Passos, Bossoroca, Ronda Alta, Passo Fundo, Entre-ijuís, São Pedro do Butiá, Vista Gaúcha, Tuparendi e outros.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter