Cadastra-se para receber notícias
Governo Yeda

24/10/2007 12:00

Tamanho da fonte

Ameaçados pelo furor privatista, arrecadatório, fiscalista e liquidante do governo tucano, centenas de servidores públicos de todas as fundações estatais gaúchas marcharam, hoje à tarde, até as portas do Palácio Piratini para dizer à governadora Yeda: Chega de liquidar o Estado!

Por óbvio, o tema que dominou as falas foi o pacotaço onde Yeda está mostrando toda a verdade do que ela chama de novo jeito de governar mas que, a bem da mesma verdade, é apenas mais uma repetição do jeito velho de Britto, FHC, Alckmin, Aécio e outros que tentaram (e seguem tentando) fazer da máquina pública, um apêndice de seus próprios interesses e das demandas de seus amigos ricos. Os funcionários sabem que, em governos que pensam e agem assim, quem paga a conta são os mais pobres... e o próprio funcionalismo que é visto como um peso para o Estado.

Para fazer eco ao manifesto, estive lá. Marchei junto. Não aceito o pacotaço e não me deixo enganar por esta conversa fiada de realismo orçamentário, choque de gestão e outras balelas que não têm nada de novo. Ao contrário, são mecanismos tão ultrapassados e perniciosos que para avaliar seus resultados, basta lembrar a situação em que estava o Brasil quando Lula assumiu depois de oito anos de FHC. Eu tenho memória. Por isso postei-me ao lado dos funcionários e gritei: - Yeda, chega de liquidar o Estado!

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter