Cadastra-se para receber notícias
Governo Yeda

12/08/2008 12:00

Tamanho da fonte

Estou plenamente convencido de que ainda há muito por saber sobre a quadrilha que usou o Detran para assaltar os cofres públicos em quase R$ 50 milhões. A cada dia surgem novas informações que vão envolvendo mais e mais pessoas ligadas ao governo Yeda e à quadrilha. O próprio lobista-mor, Lair Ferst, disse isso à Folha de São Paulo num ato que, para mim, é chantagem pura. Lair avisa ao governo que se não for ajudado neste momento difícil (está denunciado pela Justiça Federal por meia dúzia de crimes), vai revelar nomes de integrantes e ex-integrantes do primeiro escalão do governo que embora estejam envolvidos na fraude, ainda não tiveram seus nomes mencionados. Ora, ou prova o que diz, ou deve ser preso. Ele depôs hoje, mais uma vez, ao Ministério Público Federal. Na saída do depoimento, não revelou o conteúdo das declarações mas esta foi, certamente, a última chance que os procuradores deram a Lair para o caso de ele pretender utilizar-se do benefício da delação premiada. Se não disse nada desta vez, muito provavelmente Lair irritou os procuradores. Se disse, mais dia, menos dia, ficaremos sabendo. De todo modo, se não falou talvez seja porque a chantagem deu certo...

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter