Cadastra-se para receber notícias
Apoio dos vereadores de Caxias do Sul à CPI

20/05/2009 12:00

Tamanho da fonte

Foi aprovada por unanimidade dos vereadores de Caixas do Sul uma Moção de Apoio à Instalação da CPI da Corrupção na Assenbléia Legislativa. A moção foi apresentada pela bancada do PT na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.

A iniciativa partiu do vereador Rodrigo Beltrão (PT) que, em plenário, manifestou a preocupação dos caxienses com a profudidade das denúncias que a imprensa vem noticiando e que envolvem pessoas e partidos que sustentam o governo Yeda.

" No nosso estado existe uma blindagem muito forte ao governo Yeda. Aqui no Rio Grande do Sul com a operação Rodin, que identificou 40 milhões de desvio, a Operação Solidária que descobriu 300 milhões de suposto desvio em licitações de obras rodoviárias e saneamento, agora estas denúncias sobre o caixa dois, denúncias estas que falávamos já há muito tempo, o dinheiro desviado para compra da casa da Governadora, tudo isso vindo à público e nós não temos um processo de investigação. Isso desmoraliza a função pública. Cabe a Assembleia Legislativa essa função fiscalizadora. Mas é papel nosso, da Câmara de Vereadores de Caxias se posicionar, emitir a nossa opinião de instalação imediata da CPI, para que todas as denúncias sejam apuradas, e os responsáveis por estes escândalos punidos, para que não paire sobre nosso estado um forte sentimento de impunidade e corrupção. Portanto, é nosso dever como vereadoeres apoiar esta iniciativa de instalação da CPI. "

Pois é, caríssimos leitores. Moções como esta, do grande companheiro vereador Beltrão (uma das maiores revelações políticas de nosso Estado) estão chegando aos montes na Assembleia Legislativa. É por isso que eu ainda acredito que a CPI da Corrupção vai ser instalada. Pode demorar um pouquinho, mas os fatos são tantos e tão graves que, mais dia, menos dia, ficará evidente a todos a necessidade de uma postura pró-ativa do Parlamento gaúcho.

Peço aos leitores deste blog que continuem se manifestando porque "quando o povo quer, ninguém domina".

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter