Cadastra-se para receber notícias
Luiz, mais um cidadão que quer CPI

08/07/2009 12:00

Tamanho da fonte

Eu e vários deputados aqui da Assembleia Legislativa recebemos este email que reproduzo aí abaixo por considerá-lo uma espécie de síntese das muitas outras correspondências que chegam ao meu gabinete parlamentar. O nome do autor é Luiz (tenho o nome completo, o endereço e o email mas ele pediu para que não publicasse; sabe como é, em tempos de quadrilha...).

Senhores Deputados

Após ler a reportagem na Zero Hora que divulgou o documento com os esclarecimentos de Lair Ferst, fiquei indignado com tamanha corrupção que acontece nos corredores do governo envolvendo até mesmo deputados que hoje estão na Assembléia Legislativa.

Acredito que, assim como eu, milhares de gaúchos estão esperando uma resposta CLARA e RÁPIDA contra esses fatos.

Pessoalmente, percebo que nossa democracia está em plena decadência perante os fatos que a cada dia são revelados. Escândalos após escândalos mostram as feridas abertas nesse país, onde maus elementos estão "sangrando" os contribuintes, que assim como eu, arcam com despesas cada vez mais pesadas. Além dos resultados mostrados pelo governo serem MUITO pouco, somos obrigados à suportar tamanha corrupção e roubo do nosso dinheiro.

Venho por meio deste email, como dever de eleitor, solicitar a vocês, deputados eleitos, providências nesse sentido, urgentemente. Uma investigação CLARA mostrando ao eleitor todos os fatos. Os deputados que foram citados por Lair, não se sintam ofendidos, mas é urgente também a investigação de todos, até para esclarecerem os fatos e dirimir dúvidas e incertezas que pairam sobre o depoimento.

Recorro aos senhores, pois acredito que uma investigação parlamentar seja mais rápida, e caso a investigação prove a existência de corrupção, que a pena possa ser aplicada ainda neste mandato.

O povo gaúcho não merece tamanha corrupção instalada nas entranhas do governo estadual. Um "impeachment" deve ser instaurado.

Não quero perder a fé na Democracia.

Obrigado a todos.

Note-se que o Luiz toma o cuidado de não prejulgar ninguém e até salienta o fato de que a simples menção nas denúncias de Lair Ferst, não pode servir para condenar ninguém, mas reforçar a tese de que só uma investigação séria é que, neste caso, vai separar o joio do trigo.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter