Cadastra-se para receber notícias
Comunidades indígenas, campesinas e quilombolas debatem rumos da UFFS na região

26/02/2010 07:46

Tamanho da fonte

Comunidades indígenas, quilombolas e campesinas da região Celeiro estão mobilizadas para participar do 1º Seminário de Interação entre Universidade e Comunidade: A UFFS e o Desenvolvimento Regional", que ocorre em Cerro Largo, na quarta-feira (3/3).  A idéia é dar seguimento ao debate iniciado em Tenente Portela, na manhã desta sexta-feira (26), quando o diretor do campus Cerro Largo, Antônio Inácio Andrioli apresentou à comunidade uma série de propostas e perspectivas da Universidade para a região. O evento, que se realizou no Centro Cultural, entre outras lideranças, teve a participação do deputado estadual Elvino Bohn Gass (PT), que foi um dos principais articuladores da implementação da UFFS.  "Esta primeira conversa foi para mostrar que o laço mais forte entre a Universidade e a região Celeiro acontece, mesmo sem a presença física da UFFS na Celeiro, através da pesquisa científica", adiantou o parlamentar.
O deputado referiu-se aos estudos de Paulo Afonso Zart, pesquisador e professor Sênior da UFFS apresentado à comunidade, que vai comandar um programa de pesquisas sobre camponeses, índios e quilombolas. Segundo Andrioli, a intenção da Universidade é trabalhar em parceria com o programa de Extensão da Unijuí, que já tem convênio com a Associação Evangélica para o desenvolvimento da Alemanha. "Lutamos e conseguimos uma Universidade pública. Agora, é trabalhar para que esta instituição mantenha a identidade com o nosso povo e promova pesquisas e estudos que contribuam para o crescimento social destas pessoas e, conseqüentemente, desta região", concluiu Bohn Gass.
O Seminário acontecerá no próximo dia 03 de março, no Cine Rex, em Cerro Largo e é aberto à toda comunidade. As inscrições podem ser feitas no site http://www.cerrolargo-rs.com.br/uffs">http://www.cerrolargo-rs.com.br/uffs

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter