Cadastra-se para receber notícias
Bohn Gass: "Novo Plano Safra Familiar beneficia diretamente agricultores da região"

17/06/2010 01:56

Tamanho da fonte

Bohn Gass: "Novo Plano Safra Familiar beneficia diretamente 
agricultores da região"

Bohn Gass: "Novo Plano Safra Familiar beneficia diretamente agricultores da região"

[caption id="attachment_2326" align="alignright" width="226" caption="Foto: Andrea Farias"]http://www.bohngass.com.br/wp-content/uploads/2010/06/MDA-010.jpg">http://www.bohngass.com.br/wp-content/uploads/2010/06/MDA-010.jpg" alt="Bohn Gass e o ministro Cassel comemoram recursos do programa federal" width="226" height="173" />[/caption]

De Brasília, onde acompanhou o lançamento do novo Plano Safra da Agricultura Familiar 2010/2011, o deputado Elvino Bohn Gass avisa aos agricultores da região que além de mais recursos – serão R$ 16 bilhões - o Pronaf terá juros menores e um limite de crédito ampliado. "Estas melhorias" diz o líder do PT, "beneficiam diretamente os produtores familiares da região".

Em relação aos R$ 15 bilhões anunciados no ano passado, o novo Plano Safra Familiar teve um aumento de 6,6%. Os juros do Pronaf serão de 1% a 4% para investimento e de 1,5% a 4,5% para custeio. "Isto significa que o agricultor vai pagar menos," avalia Bohn Gass. O governo Lula também ampliou o limite da renda familiar para acesso ao programa Mais Alimentos que agora permite até R$ 130 mil por operação e, ainda, aceita operações coletivas de até R$ 500 mil. "Na prática, aumentam ainda mais as possibilidades de os agricultores adquirirem, por exemplo, tratores e outros equipamentos porque, agora, estas compras podem ser feitas por grupos e não só individualmente." Bohn Gass também considera positiva a notícia de que o limite de crédito fundiário acessado por produtor será aumentado de R$ 40 mil para R$ 80 mil. Outra conquista importante, segundo o deputado, é o acesso dos produtores familiares ao Programa de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), que já era garantido ao restante do setor agrícola mas que, agora, chega ao mundo da agricultura familiar. "Lula botou a agricultura familiar no mapa. Muitos diziam que investir neste setor era botar dinheiro fora porque não haveria retorno. A vida se encerregou de desmentir isso. Hoje, a agricultura familiar é parte importante do PIB e o desenvolvimento gerado por ela é ambiental e socialmente correto," finaliza Bohn Gass.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter