Cadastra-se para receber notícias
Bohn Gass: “Funasa vai pagar projetos de saneamento para 61 municípios gaúchos”

22/03/2012 07:50

Tamanho da fonte

Bohn Gass: “Funasa vai pagar projetos de saneamento para 61 municípios gaúchos”

Deputados Jeferson Fernandes e Elvino Bohn Gass, presidente da Corsan Arnaldo Dutra e superintendente da Gustavo Mello, acompanham assinatura do prefeito José Luís (Zeca) Seger do termo de compromisso da Funsa com o município de Santo Cristo

Um dos maiores entraves para a ampliação do saneamento básico no país era a falta de recursos dos municípios para a elaboração de projetos de sistemas de esgotamento sanitário. Para resolver este problema, a Superintendência Nacional da Saúde (Funasa) do Rio Grande do Sul contratou uma empresa – a Engeplus - que vai elaborar os projetos, inclusive com os respectivos licenciamentos ambientais. O pagamento será feito com recursos do PAC II, do Governo Federal.

O Dia Internacional da Água, 22 de março, foi a data escolhida para o ato de assinatura dos Termos de Compromisso entre a fundação e 61 municípios gaúchos que serão beneficiados com a iniciativa. “É um fato inédito. Quando lançou o PAC I, o governo Lula destinou recursos para o saneamento mas esbarrou na falta de dinheiro dos municípios. Com o PACII, este problema foi atacado e as cidades terão, agora, condições de captar recursos para investimentos em obras junto ao Governo Federal. Nos próximos dois anos, poderemos chegar a um total de R$ 300 milhões em investimentos”, estima o superintendente da Funasa no Estado, Gustavo Mello.

Os deputados Elvino Bohn Gass e Jeferson Fernandes, ambos do PT, acompanharam o ato de assinaturas das 61 prefeituras e se mostraram entusiasmados com a medida. “É uma sinalização de futuro. Lembro quando o ex-presidente Lula, ainda em seu primeiro mandato, prometeu que não faltariam verbas para o saneamento básico. Mas já naquele momento, Lula alertava aos prefeitos que o governo abriria mão de qualquer contrapartida desde que eles se comprometessem em melhorar a qualidade dos projetos apresentados. A iniciativa da Funasa tem, então, a virtude de garantir a continuidade dessa política”, avaliou Jeferson Fernandes.

Já para Bohn Gass, o que deve ser destacado é o resultado prático do trabalho da Funasa no Estado. “Tome-se, por exemplo, o caso do município de Santo Cristo onde o prefeito Zeca, apesar de compreender a importância do saneamento básico, não dispunha de recursos para ampliar a rede de esgotamento sanitário. A iniciativa da Funasa resolve o problema”. O deputado também ressalta a transparência do projeto da Funasa que contratou a Engeplus por meio de uma concorrência pública e forte participação da Corsan. “Dos 61 municípios que firmaram compromisso com a Funasa, 24 deles terão suas obras realizadas através da Companhia Riograndense de Saneamento. Isto significa que há sintonia entre as iniciativas do Governo Federal e a política de saneamento do Estado.”

VEJA A LISTA DOS MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS:

Municípios contemplados: Alegria, Amaral Ferrador, Ametista do Sul, Arambaré, Arroio do Meio, Arroio do Padre, Arroio do Sal, Arroio Grande, Arvorezinha, Áurea, Balneário Pinhal, Barra do Guarita, Barracão, Bom Retiro do Sul, Butiá, Cacique Doble, Candelária, Capão do Leão, Capivari do Sul, Cerrito, Cerro Largo, Condor, Crissiumal, Cruzeiro do Sul, Faxinalzinho, Floriano Peixoto, Fontoura Xavier, Garibaldi, Gentil, Ilópolis, Iraí, Júlio de Castilhos, Marau, Maximiliano de Almeida, Nicolau Vergueiro, Novo Tiradentes, Pedro Osório, Pinheiro Machado, Restinga seca, Rodeio Bonito, Sagrada Família, Santa Bárbara do Sul, Santa Maria do Herval, Santana da Boa Vista, Santo Antônio do Palma, Santo Cristo, São José do Herval, São Luiz Gonzaga, São Martinho, São Miguel das Missões, São Sebastião do Caí, Sertão, Taquaruçu do Sul, Tavares, Tio Hugo, Tiradentes do Sul, Trindade do Sul, Tupanci do Sul, Tupanciretã, Vila Maria, Vista Gaúcha.  

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter