Cadastra-se para receber notícias
Bohn Gass: "Grandes empresários financiam o golpe e conta será cobrada do trabalhador"

26/04/2016 02:41

Tamanho da fonte

Bohn Gass: "Grandes empresários financiam o golpe e conta será cobrada do trabalhador"

Manifestação do deputado Bohn Gass em 26 de abril de 2016 no Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília:

"Atenção, trabalhadores e trabalhadoras do Brasil!

Não é preciso mais do que quatro notícias para afirmar que o golpe liderado de Temer, Cunha e os tucanos será um duríssimo ataque aos direitos do povo trabalhador:

Vejamos:

- empresários oferecem jatinhos para deputados que votarem pró-impeachment.

- montadoras de veículos querem a flexibilização da CLT

-  Fiesp gasta milhões em propaganda pela terceirização

- Confederação Nacional da Indústria defende projeto que entrega o pré-sal para o capital internacional

Percebam, senhores e senhoras: esta é a conta!

A conta  que os patrocinadores do grande golpe já estão cobrando.

Sim, quem financia o impeachment são ricaços do Brasil!

Eles pagam agora, para depois poderem mexer conquistas históricas dos trabalhadores – 13º,  descanso semanal, férias, fundo de garantia...

Eles querem o impeachment para terceirizar a rodo e depois pagar salários aviltantes aos trabalhadores

Eles financiam o golpe em nome dos interesses das grandes multinacionais estrangeiras, a quem uma boa parte deles sempre serviu.

Ou alguém já esqueceu que quando Lula definiu o modelo de partilha do petróleo, o senador Serra foi flagrado num telefonema secreto oferecendo garantias à Chevron, dizendo que a multinacional norte-americana do petróleo podia ficar tranqüila?

Não, não é por acaso que Serra é cotado para ser um dos homens fortes do pretenso governo Temer.

Então, atenção trabalhadores e trabalhadoras: o golpe é político, mas seu objetivo é econômico.

O golpe, na verdade, é um assalto ao povo trabalhador do Brasil.

Muito obrigado."

 

 

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter