Cadastra-se para receber notícias
Bohn Gass: “Anastasia pedalou. Se disser que Dilma cometeu crime, estará acusando a si próprio e, entre outros, também Temer e Alckmin”

04/05/2016 02:15

Tamanho da fonte

Bohn Gass: “Anastasia pedalou. Se disser que Dilma cometeu crime, estará acusando a si próprio e, entre outros, também Temer e Alckmin”

Fala de Bohn Gass, no Plenário da Câmara, em 3 de maio de 2016:

"Senhores deputados, senhoras deputadas,

o impeachment golpista segue no Senado com a mesma desfaçatez que tramitou aqui na Câmara.

Mas há uma coisa positiva: alguns absurdos do processo estão ficando mais evidentes e a cada dia, mais e mais pessoas estão se dando conta de que o Brasil está, sim, sendo vítima de um grande golpe!

O caso do senador Randolfe e Janaína Pascoal é emblemático. Randolfe leu alguns decretos com o mesmo caráter jurídico dos que servem para acusar Dilma. Em seguida, perguntou a Janaína o que ela pensava sobre eles. A acusadora prontamente afirmou: - É crime!

Randolfe então constatou: - A senhora acaba de dizer que Michel Temer cometeu crime de responsabilidade. Porque os decretos que li foram assinados por Temer.

Reafirmo: não há crime nos decretos! Mas se os senadores impedirem Dilma por conta dos decretos, estarão dizendo: Temer é um criminoso.

A mesma coisa acontece com as pedaladas. Se Anastasia, relator no Senado, disser que Dilma deve ser afastada porque pedalou, estará considerando que é crime pedalar.

E então, estaremos diante de confissão. Porque quando governou Minas, Anastasia também pedalou.

Não apenas ele, mas o próprio presidente do PSDB, Aécio Neves, o governador paulista Alckmin, o gaúcho Sartori, é vários outros, de partidos que apóiam o golpe, adotaram as mesmas práticas de Dilma.

É tão absurda a situação que é como se dissessem: Dilma deu um grito, por isso é uma criminosa. Eu também gritei, mas o meu não grito não é crime.

Bem, o mundo inteiro já demonstra espanto quando vê um bando de suspeitos de corrupção acusando uma presidenta que não é acusada de corrupção. Imaginem quando os absurdos desse processo forem apropriados por todo mundo.

É só isso que me consola: a certeza de que, mais dia menos dia, a máscara cairá. E o mundo e a história saberão que o que o Brasil está vive agora não passa de uma farsa golpista! 

Muito obrigado".

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter