Cadastra-se para receber notícias
Estudantes, trabalhadores e a resistência necessária

07/11/2016 07:28

Tamanho da fonte

Estudantes, trabalhadores e a resistência necessária

Manifestação do deputado Bohn Gass na Câmara dos Deputados em 7 de novembro de 2016:

Senhoras deputadas, senhores deputados,

no Brasil, ninguém tem demonstrado mais coragem do que os estudantes.

Temer e seus aliados nos estados, como Beto Richa e Sartori, por exemplo, têm jogado muito pesado contra eles que, mesmo assim, resistem.

São pressões de todos os lados: multas, bombas, truculência policial e até a sórdida tentativa de jogá-los contra o Enem.

É muita canalhice! O Enem é uma conquista dos estudantes e nenhum deles faria qualquer coisa para prejudicar este exame.

Mas, apesar de tudo, os estudantes têm demonstrado uma força incrível.

E sabem de onde vêm essa força? Vem dos ataques à escola pública: vem da MP que deforma o ensino médio. Vem da Lei da Mordaça. Vem da PEC 241.

Sim, é a ameaça ao futuro que explica as mais de 1.200 ocupações em escolas e institutos e as cerca de 140 universidades ocupadas no país.

Este movimento lindo, genuíno e corajoso, senhoras e senhores, tem nome: chama-se resistência democrática.

E na próxima sexta-feira, dia 11, milhões de trabalhadores brasileiros vão se juntar a esta resistência numa mobilização nacional.

Por que o que está em jogo não é só a escola pública. É a CLT. É o SUS. É tudo o que significa direito para o trabalhador.

Então, eu me somo a esses estudantes e a esses trabalhadores. Por que resistir é preciso!

Mas também agradeço.

Por que nesta primavera brasileira tão sombria, a única coisa que floresce é a esperança nos olhos e na atitude de cada estudante e de cada trabalhador mobilizado.

Viva a juventude brasileira! E no dia 11, vamos todos resistir!

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter